- Nenhum comentário

Prédios públicos de Buenos Aires terão as cores da bandeira do município

Foi aprovado na última reunião da Câmara de Vereadores, por seis votos favoráveis e três abstenções, o projeto de lei nº 03/2016, de autoria do vereador Arlindo Pessoa de Albuquerque Neto (Netinho), que objetiva tornar obrigatório o uso do brasão e padronizar as cores dos prédios públicos do município de Buenos Aires de acordo com as cores predominantes na bandeira do município. 

O projeto em questão foi sugerido pelo prefeito eleito Fabinho Queiroz, no intuito de fazer uma gestão para todos, conforme era anunciado durante seus comícios. A ideia é que as cores e o brasão também estejam nos materiais dos estudantes, publicações, nos informes publicitários de qualquer natureza, nos móveis e imóveis públicos, nos veículos, nos equipamentos, nos uniformes dos servidores, placas, painéis, cartazes, e nos informativos de obras municipais. Assim, o Poder Executivo e o Poder Legislativo não poderão usar qualquer logomarca que não seja o brasão do município de Buenos Aires, ficando expressamente proibido o uso de qualquer logomarca que insinue ou lembre o símbolo de partidos políticos. Os veículos que venham a ser locados pelo município também deverão seguir essa nova lei. 

Três dos vereadores, os da situação, se abstiveram de votar, em razão de sua ausência, a saber: Gyan de Neuza, Flávio de Deda e Jairo de Armando.


0 comentários:

Postar um comentário

Conte-nos o que acho disso!