- Nenhum comentário

Fabinho Queiroz cria lei que reduz diárias de políticos e servidores


O prefeito de Buenos Aires, Fabinho Queiroz (PR), quer diminuir as diárias dele próprio, do vice-prefeito, dos secretários municipais, dos diretores, chefes de unidades, e dos demais servidores municipais. 

Trata-se do Projeto de Lei nº 08/2017, que foi enviado à Câmara Municipal de Buenos Aires, para ser apreciado pelos vereadores da casa legislativa. Uma vez aprovado o projeto, de acordo com o artigo 2º , a Lei entra em vigor já na data de publicação. 

Sendo assim, as disposições da Lei Municipal nº 591/2014, de autoria do ex-prefeito Gislan Alencar, será revogada. Desde 2014, com a aprovação da Lei mencionada, os valores de uma diária integral para os cargos eram: R$700,00 para vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários municipais; R$200,00 para diretores e chefes de unidades; e de R$150,00 para demais servidores. Motoristas de ônibus e de ambulância recebiam uma diária de R$20,00 destinada à alimentação. 

Se a nova Lei proposta por Fabinho Queiroz for aprovada, os novos valores de diárias serão de: R$300,00 para prefeito e vice; R$200,00 para secretários municipais; R$100,00 para diretores e chefes de unidades; e de R$100,00 para demais servidores. Motoristas de ônibus terão suas diárias mantidas em R$20,00. Já os motoristas de ambulância, terão o valor ajustado para R$30,00. 

Se for aprovado, os novos valores representarão uma economia importante para o município, uma vez que o orçamento deste ano sofreu redução quando comparado ao orçamento do exercício anterior.

A reunião extraordinária onde os vereadores votarão o projeto, acontece nesta quinta-feira (18/05), a partir das 19h, na Câmara Municipal de Buenos Aires.

Confira a seguir o Projeto de Lei nº 08/2017, proposto por Fabinho Queiroz: 


0 comentários:

Postar um comentário

Conte-nos o que acho disso!