- Nenhum comentário

Polícia desarticula quadrilha acusada de roubar bancos no Nordeste

Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Foi deflagrada pela Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (22), a operação denominada “Capitania”, que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que atuava nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceará. Ao todo, serão cumpridos 15 mandados de prisão preventiva, 16 de busca e apreensão e um mandado de condução coercitiva. O grupo é acusado pelos crimes de organização criminosa, roubos a instituições financeiras e carros-fortes (mediante utilização de explosivos), comércio ilegal de armas de fogo, entre outros. 
 A operação ocorreu no Agreste de Pernambuco, em Caruaru, Bom Jardim, Orobó, Santa Cruz do Capibaribe, em Palmares, Zona da Mata de PE, e em Alcantil, na Paraíba. O líder do grupo criminoso, identificado como Genilson Batista, 27 anos , natural da PB, foi preso no município de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco . Com a organização foram apreendidas armas e explosivos.
 Os presos e os materiais apreendidos serão encaminhados para a sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) e um mandado de prisão preventiva será cumprido contra um detento que se encontra na penitenciária padrão de Campina Grande, Paraíba.“ Com a desarticulação dessa organização nos evitamos três ações com uso de explosivos no estado (PE), que poderiam ser contra agências bancárias ou carros fortes”, explicou o chefe da polícia civil, Joselito Amaral.
A operação é decorrente de 6 meses de investigação e ,no total, foram emitidos 15 mandados de prisão, dentre estes 13 foram cumpridos. Os detalhes da operação serão apresentados nesta terça-feira (23) em coletiva.  
Por Folha PE.

0 comentários:

Postar um comentário

Conte-nos o que acho disso!