- Nenhum comentário

Sistema vence Arsenal nos pênaltis e é campeão do torneio de emancipação de Buenos Aires



O Sistema Futsal venceu o Arsenal Júnior na grande final do Torneio de Emancipação de Buenos Aires, realizada na noite da última quinta-feira (20), nas penalidades. 

O torneio teve sua abertura na manhã da quinta-feira com a realização das partidas da primeira fase. Arsenal, Sistema, Escolinha, Arena, Varjada, e Os Boyzinhos venceram os confrontos contra Os Primos, Duque de Caxias, Independente, Vila Nova, Sistema Sub-17, e Moto Taxi, respectivamente. 

Na segunda fase, o Sistema venceu o Arsenal por 6 a 3, o Arena derrotou o time da Escolinha, e o Varjada levou a melhor contra Os Boyzinhos. Conforme previa a tabela do torneio, um time derrotado na segunda fase seria resgatado para se juntar às equipes semifinalistas. A equipe do Arsenal foi sorteada e retornou ao torneio. 

Na primeira semifinal, o Sistema goleou o Arena pelo placar de 4 a 0. Na segunda semifinal, o Arsenal venceu o Varjada, equipe que teve o melhor ataque do torneio. 

Desta forma, a final do último campeonato municipal se repetiu. Naquela ocasião, após um jogo bastante disputado no tempo normal e um placar de 3 a 3, o time do Arsenal ficou com o título após a disputa por pênaltis. 

Desta vez, novamente um jogo muito disputado com bolas nas traves dos dois times e boas chances desperdiçadas, mas com um 0 a 0 que persistiu. 

As primeiras penalidades pareciam apontar para uma nova vitória do Arsenal. Zeu converteu a penalidade para o Arsenal. Juninho, do Sistema, parou na defesa de Hugo. 1 a 0 para o Arsenal. Mas o clima favorecia o Sistema, empurrado por sua jovem torcida. Jeck cobrou o segundo pênalti para o Arsenal e o goleiro Faety, com a ponta dos dedos, defendeu a cobrança. A bola caprichosamente ainda bateu na trave antes de sair. Wesley cobrou para o Sistema e igualou a disputa: 1 a 1. Joaquim converteu a terceira cobrança do Arsenal. Luquinhas bateu e empatou novamente a disputa: 2 a 2. A decisão tomou um novo rumo quando Memé isolou a quarta cobrança. Sobrou então para Nandinho cobrar o pênalti decisivo. A cobrança forte, no canto superior direito foi indefensável: 3 a 2. Título inédito, o primeiro nos doze anos do Sistema Futsal. 

Confira como foi a disputa por pênaltis: 



0 comentários:

Postar um comentário

Conte-nos o que achou disso!